Doenças 
do coração

Por que
devo ter um compromisso
com meu coração?

El Corazón de la mujer
As doenças cardiovasculares (DCV) provocam anualmente quase 18 milhões de mortes, sendo a primeira causa de morte no mundo (1).
⅓ das mortes por DVC ocorrem em pessoas com menos de 70 anos (1).

4 a cada 5 mortes por DCV se devem a cardiopatias coronárias e acidente vascular cerebral (1).

Mais de ¾ ocorrem em países de baixa a média renda (2).

Essas estatísticas nos incentivam à conscientização sobre as medidas para mitigar esse risco na população e evitar as possíveis complicações dessas doenças.

Portanto, é importante que você se comprometa com a saúde de seu coração, por você e pelas pessoas que ama.

Quais são as 
doenças
cardiovasculares?

Essas são um grupo de desordens do coração e vasos sanguíneos. Entre as principais encontram-se (3):

Doença arterial coronariana:
Afeta aos vasos sanguíneos que irrigam o músculo cardíaco.

Doenças vasculares cerebrais:
Afetam aos vasos sanguíneos que irrigam o cérebro.

Doenças arteriais periféricas:
Afetam aos vasos sanguíneos que irrigam as articulações superiores e inferiores.

Infarto Agudo do Miocárdio e os Acidente Vascular Cerebral (AVC):
Fenômenos agudos que se devem a obstruções que impedem o fluxo sanguíneo em direção ao coração ou cérebro.

Quais são os fatores de risco que
aumentam a probabilidade de desenvolver
uma doença do coração?

Idade:
o risco aumenta enquanto se envelhece.

Tabagismo

Má alimentação

Sedentarismo

Consumo de álcool

Hipertensão

Diabetes

Obesidade

Esses fatores de risco cardiovascular podem variar entre homens e mulheres. O estudo INTERHEART, demostrou que as mulheres latino-americanas têm maior risco de Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) que as do resto do mundo (4).

Quais são os sinais
do meu corpo aos
quais devo prestar atenção?

As principais são:

  • Dor ou angina de peito
  • Palpitações
  • Inchaço nos tornozelos
  • Dificuldade para respirar

As pessoas que apresentam estes sintomas devem procurar atenção médica imediata.

Convidamos você a revisar as nossas abas “O Coração da Mulher”, para conhecer sobre os sintomas que afetam às mulheres.

El Corazón de la mujer

Como
se diagnosticam?

O acompanhamento médico periódico ajuda no diagnóstico precoce das doenças do coração. Os exames normalmente solicitados são (5):

Eletrocardiograma (ECG):

Detecção de arritmias, anomalias, infarto, etc.

Hemograma completo:

Glicemia alterada em jejum (diabetes), valores de colesterol ou triglicerídeos elevados, etc.

Análise de biomarcadores específicos em sangue:

Para medir proteínas chamadas biomarcadores cardíacos (como as Troponinas e os Peptídeos Natriuréticos).

Radiografia de tórax:

Em pacientes fumantes, que tiveram COVID-19, ou com antecedentes prévios de DCV.

Como
se tratam?

O tratamento das DCV dependerá da doença de cada paciente e da indicação do seu médico. Alguns exemplos são (5):

Tratamento
Farmacológicos

Hipertensão (HTA): anti-hipertensivos

Colesterol elevado: estatinas, fibratos ou outros

Tratamento
Não Farmacológicos

Alimentação saudável

Atividade física

Como me
comprometo com
a saúde do meu
coração?

Siga as seguintes recomendações para cuidar a sua saúde cardíaca (6)(7)(8):

  • Alimentação balanceada:

Recomenda-se comer várias frutas e verduras, peixe, carnes magras, cereais, lácteos desnatados e azeite de oliva.

  • Exercício:

30 minutos diários.

  • Não fumar
  • Controle do estresse e a ansiedade
  • Dormir de 7 a 9 horas
  • Manter um peso adequado
  • Realizar avaliações médicas regulares

O acompanhamento precoce é essencial para a redução de risco. Comprometa-se com seu coração, incorpore hábitos saudáveis na sua vida.